VOCÊ ESTÁ AQUI:
  • Terceira rodada de empates com polêmicas da arbitragem no Sub-17
Terceira rodada de empates com polêmicas da arbitragem no Sub-17
  • Fonte: Da Redação - Emanuele Madeira - Foto: Divulgação/Rondoniense
  • Publicada em 13/11/2017 às 09:41
Genus deixa Rondoniense empatar com placar convincente construído no primeiro tempo e R1 empate no fim para garantir mais uma rodada de igualdade no Campeonato Rondoniense Sub-17 com as equipes reclamando dos erros do quarteto de arbitragem

O Campeonato Rondoniense Sub-17 aponta para ser o campeonato mais emocionante do ano. Em sua terceira rodada, as equipes ainda não conseguiram vencer na competição, persistindo o empate em todas as partidas disputadas até aqui. Com seis equipes divididas em dois grupos, cada rodada tem duas partidas e uma equipe que folga.

Durante esse fim de semana teve fim a terceira rodada com mais duas partidas que terminaram empatadas complicando ainda mais a situação dos grupos faltando duas rodadas para o fim da primeira fase. Por pontos corridos, as duas melhores equipes de cada grupo se enfrentariam em dois jogos para decidir o campeão.

A próxima rodada acontece nessa terça-feira (14), em função da necessidade de adequar o calendário no Aluizão com os jogos da Copa de Seleções. Pelo Grupo B, R1 e Real Ariquemes se enfrentam a partir das 17h30. Pelo Grupo A, Avaí e Rondoniense entram em campo a partir das 20h, as duas partidas acontecem no Aluizão e, nessa altura do campeonato, uma vitória pode ser decisiva para qualquer equipe.

Grupo A – Genus 2 x 2 Rondoniense

A recente rivalidade criada entre as duas equipes da capital teve um resultado difícil de engolir para a torcida aurigrená durante o fim de semana. O gol no primeiro minuto animou o time do genus que aproveitou as falhas do adversário e ampliou de falta ainda na primeira etapa. O duro golpe foi revertido no segundo tempo com direito a polêmica.

“Com as mudanças na equipe titular conseguimos manter um ritmo diferente na partida no primeiro tempo. No segundo a equipe recuou muito e infelizmente tomamos os gols de empate”, analisou Francisco Teixeira.

Para o rondoniense, sua equipe era superior ao Genus e eles queriam fazer o resultado. O balde de água fria que foi jogado sobre o rondoniense, logo foi devolvido quando o periquito igualou o placar construído no primeiro tempo. Marcou aos sete e aos 23 minutos e ainda reclamou de um pênalti e de falhas da arbitragem.

“Conseguimos fazer o primeiro gol aos 7 minutos, o segundo aos 23 e no fim um pênalti que o árbitro não marcou. Temos a gravação, um pênalti escandaloso. Sem falar que o adversário não quis jogar, não sei se estão mal fisicamente porque todo tempo caia e o tempo não foi acrescido, a arbitragem deixou a desejar”, reclamou o técnico Parma Oliveira.

Grupo B – R1 1 x 1 Porto Club

Na partida que abriu o sábado de confrontos pelo campeonato, o detalhe também foi com a arbitragem. O placar foi construído no primeiro tempo e quem saiu na frente foi o Porto Club, aos cinco minutos de jogo abriu o placar, mas aos 45 do segundo tempo, o time tomou o empate, com direito a polêmica também.

“Conseguimos fazer o gol aos cinco minutos e mantivemos a formação, infelizmente pegamos o gol aos 45 do segundo tempo onde o atleta do R1 estava em posição de impedimento e o bandeirinha mal posicionado não deu”, apontou Osvaldo Brasil, técnico do Porto Club.

A equipe ainda teve boas oportunidades de sair com a vitória de campo, mas esbarrou na boa atuação do goleiro do R1 que impediu pelo menos quatro boas e reais chances de gols do adversário.

  • Atualizada em 13/11/2017 às 09:41:09